Mais de metade dos municípios gaúchos resistem aos efeitos negativos da pandemia

Apesar da queda histórica na arrecadação do estado em maio, mais da metade dos municípios gaúchos têm aumento da arrecadação no mês e no ano.


Em matéria publicada no dia 2 de junho aqui no blog da Caravela, havíamos relatado que a arrecadação de ICMS de maio no Rio Grande do Sul apresentou a maior queda de década, de -27%.


Apesar da redução estadual histórica, a divulgação dos números municipais mostram que diversas cidades gaúchas ainda resistem aos efeitos da pandemia. Entre os mais proeminentes, São Leopoldo, Pelotas, Uruguaiana e Santo Ângelo são as cidades que permanecem com números positivos no ano e na comparação de maio de 2020 com o mesmo mês do ano anterior.


Estas diferenças nos números das cidades são reflexo da estrutura econômica delas. Cidades que têm o turismo como grande fonte de renda, como Gramado e Chuí, por exemplo, tendem a ser mais impactadas pela situação atual. Por outro lado, aqueles municípios que possuem uma economia mais diversificada e que já estavam com movimento de ascendência, devem mostrar mais resiliência.


Entre os setores, as operações que mantém saldo positivo no ano estão relacionadas à alimentação, saúde, energia e petróleo. As demais atividades, como fabricação de bebidas alcoólicas (-52%), comércio de veículos (-51%), restaurante (-39%), comércio atacadista de produtos não-alimentícios (-38%) e transporte rodoviário (-29%), continuam apresentando quedas nos resultados.



Para os usuários do site, a Caravela disponibiliza um painel de acompanhamento dos resultados da arrecadação de todos os municípios do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.


Caravela Soluções - CNPJ 34.116.150.0001-87

contato@caravela.biz

Florianópolis - SC

(48) 99810 5647

©2019 by Caravela. Proudly created with Wix.com

Política de Privacidade

  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • WhatsApp