Incerteza reduz operações no mercado imobiliário em Florianópolis e Joinville


Até maio deste ano, período que já incorpora os efeitos da COVID-19, operações envolvendo imóveis caíram 19% em Florianópolis e 15,9% em Joinville.


Após três anos de crescimento, as operações imobiliárias da capital catarinense mostram queda de 19% no ano. Segundo os dados do Registro de Imóveis do Brasil, foram registradas 5.973 operações do mercado de imóveis de Florianópolis até maio deste ano, a maioria delas referentes a transações de compra e venda (65%).


Em maio, cerca de 1,1 mil operações imobiliárias foram realizadas. Com os ajustes sazonais, o resultado em relação a maio do ano passado teve queda de 28,8%. Considerando apenas as transações de compra e venda no acumulado do ano (3.891), a variação foi de -24,5%, o pior resultado entre as cidades monitoradas.


A tendência de crescimento de operações imobiliárias em Joinville de oito anos também deve ser encerrada em 2020. De janeiro até maio deste ano, foram registradas 4.263 operações, o que representa queda de 15,9% frente ao mesmo período de 2019. Em maio, a queda foi de 29,3%.


As transações de compra e venda do município, realizadas até maio, totalizaram 79% (3.381) do total das operações imobiliárias. O montante representa queda de 12,9% em relação a 2019.


Em ambas as cidades, as operações imobiliárias de terrenos estão sendo as mais afetadas. A queda das operações de compra e venda de imóveis são reflexos de um período de muita incerteza, onde os investimentos são reduzidos. A diminuição mais forte da venda de terrenos, que exigem maior prazo para retornos certificam este caráter receoso dos investidores.



Caravela Soluções - CNPJ 34.116.150.0001-87

contato@caravela.biz

Florianópolis - SC

(48) 99810 5647

©2019 by Caravela. Proudly created with Wix.com

Política de Privacidade

  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • WhatsApp